Brinquedo terapêutico no procedimento de punção venosa: estratégia para reduzir alterações comportamentais

Izabel Cristina Santiago Lemos, Joseph Dimas de Oliveira, Emiliana Bezerra Gomes, Kelly Vanessa Leite Gomes da Silva, Prycilla Karen de Souza Silva, George Pimentel Fernandes

Resumen


Introdução: A enfermagem pediátrica deve estar atenta aos subsídios da assistência que tornem possível um melhor manejo da dor e da ansiedade oriundas da hospitalização infantil, geralmente, causadas pela realização de procedimentos invasivos como a punção venosa. O uso do Brinquedo Terapêutico Instrucional (BTI) pode representar uma intervenção eficaz para lidar com os efeitos negativos da hospitalização. Objetivo: Comparar as reações manifestadas pela criança frente ao preparo para punção venosa antes e após o uso do BTI. Materiais e Métodos: A pesquisa é analítica, exploratória e de abordagem quantitativa. Para análise dos dados foi utilizado o teste de McNemar. A amostra consistiu de 21 crianças hospitalizadas, pré-escolares e escolares, a coleta deu-se entre junho e agosto de 2012, em unidade de internação pediátrica do Crato, CE (Brasil). Resultados e Discussão: Após o uso do BTI, observou-se uma redução na frequência de variáveis comportamentais que indicam menor adaptação ao procedimento, com significância estatística em especial para: “Solicita a presença Materna” e “Evita olhar para o Profissional” (p<0,001). A realização das sessões também potencializou a frequência de, praticamente, todos os comportamentos associados a uma melhor aceitação ao preparo ou realização da punção venosa, com destaque para “Observa o Profissional” (p<0,001) e “Sorri” (p<0,005). Conclusões: O BTI constitui relevante intervenção para a enfermagem pediátrica, sendo necessário, para sua aplicação sistematizada, articular ações que visem uma maior sensibilização dos órgãos gestores dos serviços de pediatria, maior capacitação dos profissionais envolvidos e melhor abordagem do ensino do brinquedo terapêutico nos cursos de graduação de enfermagem.

Cómo citar este artículo: Lemos I, Oliveira J, Gomes E, Silva K, Silva P, Fernandes G. Brinquedo terapêutico no procedimento de punção venosa: estratégia para reduzir alterações comportamentais. Rev Cuid. 2016; 7(1): 1163-70. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v7i1.303


Palabras clave


Criança Hospitalizada, Enfermagem Pediátrica, Jogos e Brinquedos. (Fonte: DeCS BIREME).

Texto completo:

HTML PDF

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




Copyright (c) 2016 Revista CUIDARTE

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional.